Advogados de alto desempenho

Ter uma equipe que trabalha apenas por dinheiro, que não demonstra qualquer tipo de tesão com os princípios do escritório, que não trabalha bem em equipe e que não demonstra um compromisso genuíno em fazer o melhor toda vez, é o mesmo que ter mercenários e não um time.

Construir uma equipe de alto desempenho é saber primordialmente sobre gestão de pessoas. Entender o que as motiva e tirar o máximo disto!

Temos visto em nossa trajetória como consultores exclusivos para o mundo jurídico, que os advogados se especializam em tudo, menos em gerir gente, menos em saber como liderar pessoas.

Lidar com gente talvez seja o maios de todos os desafios na advocacia, pois ao mesmo tempo que é elemento mais natural nas interações, saber lidar com mal humor, TPMs, egos, falta de compromisso, crises de geração e afins, é terreno fértil para a prestação de serviços de baixa qualidade e crises entre as pessoas.

Nossos consultores tem a seguinte atuação prática:

Não há como definir um novo patamar de desempenho sem fazer uma avaliação formal sobre que tipo de gente você tem no escritório.
Em geral, sócios têm uma percepção sobre a qualificação, competências, atitudes e equilíbrio das pessoas.

Nós tiramos os sócios do mundo da percepção e trazemos para o mundo factual.

O que o escritório entende como advogados de alto desempenho e qual o tipo de gente os sócios querem ter ao lado?

Este é o primeiro passo para que as expectativas sejam estabelecidas. O sucesso do escritório é diretamente ligado ao tipo de gente que o escritório tem ao lado.

Isto pode parecer básico e absolutamente compreendido por muitos, mas acredite, muitos sócios ainda não entenderam que a força motriz de qualquer negócio é gente que ‘compra’ o propósito fundamental do escritório e faz as coisas acontecerem como uma espécie de missão!

Definimos os papeis e responsabilidades e comparamos com as boas práticas do mercado

Nós adotamos inicialmente a avaliação de papeis e responsabilidades, que são diferentes para juniores, plenos e seniores.

Durante mais de 6 anos fomos colhendo as boas práticas no que diz respeitos a habilidades técnicas, comportamentais, desafios e a missão de cada função.

RESPONSABILIDADE E PROATIVIDADE

Cada profissional assume responsabilidade pessoal pelo próprio trabalho e trabalho duro para atender as demandas. Toma decisões oportunas e aceita quando as coisas poderiam ter sido feitas melhor, não culpando outros fatores.

É compromissado e possui conhecimento adequado sobre as atividades desenvolvidas pelo escritório. Demonstra iniciativa, bom-senso, persistência e prédisposição para atuar, inclusive na ausência detalhada de instruções.

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Cada profissional analisa os problemas, identifica principais questões, investiga, avalia e integra a informação, gerando soluções adequadas para resolução.

Apresenta tranquilidade e domínio da situação na resolução de problemas urgentes e inesperados.

RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

O profissional é cordial e cuidadoso no atendimento ao cliente. Procura oportunidades, traz novas ideias e aprimora os trabalhos já existentes. Atende as solicitações e sempre procura superar as expectativas.

PROFISSIONALISMO

O profissional é zeloso com a imagem pessoal. Possui postura e comunicação adequadas no ambiente profissional. Protege e cria a reputação do escritório comportando-se com integridade e responsabilidade diante da equipe, clientes, comunidade jurídica e sociedade.

TRABALHO EM EQUIPE

O profissional aprende e compartilha experiências com os demais colegas da equipe, se integrando e cooperando nos trabalhos realizados conjuntamente. Presta orientação e auxílio aos profissionais menos experientes. Constrói e contribui para o equilíbrio e harmonização do ambiente de trabalho.

QUALIFICAÇÕES ACADÊMICAS E TÉCNICAS

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.

ATRIBUIÇÕES DO CARGO

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.

HABILIDADES INTERPESSOAIS E DE LIDERANÇA

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.

MISSÃO DA FUNÇÃO

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.

DESAFIOS DA FUNÇÃO

Seção vazia. Edite a página para adicionar conteúdo aqui.

Colocamos tudo isto em uma perspectiva de autoavaliação, avaliação do sócios e os pontos mais nevrálgicos para que o escritório alcance seus objetivos.

Ao final definimos o PDI: Plano de Desenvolvimento Individual. Um compromisso assinado pelo advogado para que ele avance nos pontos mais fracos.

Avaliamos o nível de equilíbrio emocional da equipe

De nada adianta as pessoas terem os itens acima bem acertados se do ponto de vista de equilíbrio emocional não conseguem demonstrar maturidade.

Muitos escritórios têm equipes técnicas excelentes, e ao mesmo tempo gente que não consegue lidar bem com pressões e responsabilidades superiores. Gente em quem não se pode confiar para assumir maiores riscos e muito menos para serem promovidos.

AMBIENTE ATUAL

(com 2 escalas) que medem o quão a pessoa está feliz com o que “não gosta de fazer e infelizmente tem que fazer” e o que a pessoa “gosta de fazer e efetivamente faz”.
Capacidades

CAPACIDADES EMOCIONAIS

(com 3 escalas) que medem a consciência emocional de si mesma, a expressão emocional fisiológica e a consciência emocional dos outros.

COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS

(com 5 escalas) que medem a capacidade de estabelecer o foco, a criatividade, a flexibilidade a mudanças, a autenticidade e a insatisfação construtiva.

VALORES E ATITUDES

(com 6 escalas) que medem a perspectiva otimista da pessoa, a empatia, a capacidade de utilizar a sua própria intuição, a capacidade de decidir com base em dados e fatos, o carisma e a integridade.

RESULTADOS

(com 4 escalas) que medem o que as pessoas estão colhendo com seus recursos emocionais sob o ponto de vista da saúde geral, da qualidade de vida, do relacionamento e do desempenho global.

Conduzimos a pesquisa do clima geral do escritório

A pesquisa de Clima é um retrato instantâneo dos sentimentos das pessoas em relação ao dia a dia do escritório.
Revela em que grau as expectativas estão sendo atendidas e como o clima pode ser usado para melhorar o engajamento e eficiência geral.

Por que o escritório precisa saber do Clima Organizacional?
Saber como está o clima organizacional envolve uma visão mais ampla das relações entre o escritório e seus colaboradores.
• O dia-a-dia esconde as expressões de sentimentos e em geral, os resultados negativos são diretamente refletidos na qualidade do trabalho, no aumento da tensão entre áreas, no aumento da rotatividade de pessoas e principalmente, no grau de motivação.
• Avaliar o clima é fundamental para que o escritório não tenha mais apenas uma percepção, mas sim uma visão clara dos fatos para aprimorar sua gestão como um todo.

Avaliamos o nível de interação dos sócios e a aderência da equipe aos objetivos – Gestão pé no chão

A avaliação Gestão Pé no Chão avalia quanto os gestores do escritório interagem de fato com a equipe, se estão disponíveis com audição ativa e se conseguem contaminar os demais com o propósito fundamental do escritório.

O que é avaliado na Gestão Pé no Chão:

GESTÃO POR OBJETIVOS

Consiste em uma sistemática em que os objetivos gerais são definidos e discutidos com clareza e as pessoas podem trabalhar de maneira que mais lhes parecer conveniente, para que sua área de responsabilidade contribua de forma significativa e o escritório alcance os resultados a que se propõe.

O escritório tem uma visão de futuro clara, baseada em um propósito e procura demonstrar um diferencial em sua atuação.

GESTÃO PORTAS ABERTAS

Avalia se há um ambiente de confiança e compreensão mútuas, no qual as pessoas se sintam livres para expressar sua ideias e opiniões, seus problemas e preocupações. Isto estimula os advogados que tenham problemas pessoais ou profissionais a discuti-los como o sócio/gestor apropriado.

TEMPO DEDICADO DOS SÓCIOS ÀS PESSOAS

(com 5 escalas) que medem a capacidade de estabelecer o foco, a criatividade, a flexibilidade a mudanças, a autenticidade e a insatisfação construtiva.

Entenda melhor os benefícios colaterais:

Gerir gente e engajá-las em um propósito comum para desenvolver um escritório campeão é muito difícil.

Nossas avaliações medem uma gama completa das habilidades de liderança em cada nível dentro do escritório, identificando as necessidades de desenvolvimento da equipe, dos líderes, os principais desafios e os requisitos futuros e como isto se encaixa com as atitudes e a estratégia.

O próximo passo!

Contate-nos para entender melhor como é nossa atuação prática.

Desenvolvendo Escritórios de Advocacia - Advoco Brasil (11) 4890-2353 - contato@advocobrasil.com.br